Na comissão do Círculo de Oração aos 10 anos | Canção & Louvor

Na comissão do Círculo de Oração aos 10 anos

 

 

Oi pessoal, a paz do Senhor!

Hoje vim contar pra vocês sobre o tempo em que entrei na comissão do círculo de oração. Já contei? rsr

Sim.Eu tinha 10 anos.

Então eu falei pra minha mãe pedir a dirigente. A dirigente achou interessante aquele pedido, pois vinha de uma criança na maior espontaneidade do mundo. Todas as semanas nós já íamos com nossa mãe ao Círculo de Oração, já havia um compromisso nosso. Restava então, apenas que eu oficializasse meu trabalho na igreja. Quando eu completei essa “grande idade”, me nasceu um desejo sem fim de participar da comissão do círculo da oração onde eu morava, na época ainda no Sítio Galiléia.

Naquele época, a igreja LOTAVA nas quintas feiras. Era uma igreja relativamente grande para um Sítio e eu ficava MUITO feliz quando era necessário ir lá em casa buscar cadeiras e bancos pra colocar no templo, pra tentar acomodar todo mundo.

E então, minha dirigente falou com nosso Pastor, na época o Pr. José Severino que pediu liberação ao Pr. Ailton por conta de minha tenra idade e o mesmo, liberou por já ter me visto cantar uma vez (a primeira vez) no Templo Central. Disse que já sabia que eu tinha um ministério e então, que levaria mais a sério e me permitiu essa honra.

Eu era (lógico), a mais nova de todas as irmãs. E ficava TÃAAO feliz entre elas! Elas eram extremamente sábias e achava lindo o jeito como oravam e clamavam alto nas manhãs solitárias dos círculos de oração no engenho. Me perdia muiiiitas vezes ouvindo as orações chorosas de muitas delas, na maioria das vezes as ouvia chorando e clamando por pessoas que nem conheciam… “Senhor, abençoa os motoristas, os caminhoneitos e taxistas, os vigilantes, os feirantes… abençoa as mães, ao ministério da tua casa… aqueles que estão nas cadeias.. libertaaa Jesus!”  Como clamavam lindo e com a alma.

Aprendi a orar e a interceder por outros com aquelas simples vinte e poucas irmãs cheias de Deus.

1 ano depois, pude ser batizada em águas, pois também fui liberada pelo meu pastor, apesar de ter apenas 11 anos, tinha certeza da salvação e já sabia como funcionava a doutrina santa da nossa Igreja.

O batismo foi um dos dias mais marcantes da minha vida. Não tem explicação. É uma sensação divina descer às águas. E cear em comunhão pela primeira vez então? Não tem preço!

Fiz parte daquela comissão pelos próximos 7 anos. Quando completei 15 anos, tive a honra de ser a vice maestrina daquelas lindas irmãs. Irmã Babá, hoje dirigente do Círculo de Oração na mesma igreja que fiz parte ( AD em Sitio Galiléia), era maestrina na época e me ensinou a dividir as vozes e ensaiar com as irmãs.

E assim, fizemos. Todas as santa ceias estávamos lá formadas louvando “Quero eu servi-te ó meu Rei Jesus…” ou “O Jordão, eu não passarei sóo….”, ou “Jamais se contou ao mortal, mortal…”, todos eles divididos AFINADAMENTE em duas vozes, cantado por aquelas irmãs que nem sabiam ler direito, mas se preocupavam em aprender e entregar o Melhor pra Jesus. Que honra!

Saí aos 17 quando me mudei de Galiléia. Até hoje sinto falta daquelas irmãs. Ainda estão lá, com certeza orando por nós e continuam preciosas e valorosas diante de Deus.

Encerro esse Post com 1 conselho e 1 incentivo:

- Trabalhe pra Jesus. Eu sempre digo isso aqui. Já fiz um post relacionado a isso e gosto de insistir. É que ELE merece a gente engajado na obra dELE sempre! E tem tanta coisa pra gente fazer e ajudar! Tem como entrar em um grupo da igreja pra adorar… tem como frequentar ( que é uma obrigação!) a escola dominical e lá é que surgem as maiores oportunidades, estudando a Biblia e o contexto histórico para auxiliar seu professor de classe, ou ingressando na Campanha Evangelizadora, ou também fazendo parte da Comissão das Irmãs que oram na sua Igreja. Deus merece MUITO mais de nós. Entreguemos pois a ELE, então. Faça sem esperar reconhecimento, sem esperar aplausos, mas faça com a ALMA. Vai valer a pena. Desperta do dom de Deus que há em ti.

- Às irmãs do Círculo de Oração. Obrigada por intercedem e clamarem com tanta alma por todos nós. Muitos não reconhecem o valor inestimável que vocês tem, mas o REI conhece. Na verdade, os sábios irmãos, o ministério e pelo menos o meu Pastor Presidente aqui em PE ( Pr. Ailton José), reconhece e agradece o IMPORTANTÍSSIMO trabalho que vocês desempenham. Não tem dinheiro no mundo que pague. Mas o REI tem o melhor pra vocês, que ELE as recompense.

E vocês, que ora por nós mas que não é da comissão, obrigada TAMBÉM! O Pai sabe seu nome e endereço, ele também há de responder sua oração e presentear sua alma.

Que Deus abençoe a todos vocês.

Fiquem com Deus e… hoje, amanhã e sempre… OREM POR NÓS!